Você já ouviu falar de café orgânico? Esse alimento tem se popularizado entre as pessoas que prezam por uma alimentação mais natural.

Nos últimos tempos, o rótulo “produto orgânico” se tornou muito buscado. Acontece que são poucas as pessoas que realmente sabem o que ele significa e os seus verdadeiros benefícios. 

E nesse artigo, você vai saber mais sobre o café orgânico, suas diferenças e benefícios a saúde. É muito importante que todo  grão de café utilizado para produção de cafés especiais seja orgânico. Confira mais neste artigo!

Mas afinal de contas o que é café orgânico e quais as diferenças dele?

Segundo a Federação Internacional de Movimentos Agrícolas Orgânicos (IFOAM) a agricultura orgânica é aquela que promove um sistema de produção que seja seguro ambientalmente, socialmente e economicamente. Logo, o café orgânico é cultivado por meio de uma cadeia de produção onde não são usados fertilizantes sintéticos, pesticidas e em uma terra que passou por um processo de desintoxicação.

Além disso, ele também é produzido sem o auxílio de nenhum tipo de organismo geneticamente modificado e ele é totalmente processado e embalado sem o uso de nenhum tipo de componente químico. 

Dessa forma, o café orgânico não é alterado de nenhuma forma por componentes sintéticos e procedimentos químicos. Entre as principais diferenças dessa alternativa estão:

  • Não contém toxinas tipicamente encontradas em fertilizantes usados na produção do café tradicional;
  • Maior taxa de nutrientes como o zinco;
  • Ajuda na preservação do meio ambiente, já que nenhum produto ou processo químico é utilizado;
  • Redução de utilização de recursos naturais no processamento. 

Benefícios do café orgânico

O café orgânico tem se tornado cada vez mais popular entre os apreciadores da bebida, e os adeptos a uma alimentação natural, por conta de seus benefícios. Entre eles estão: 

Alto volume de antioxidantes 

Um dos diferenciais desse alimento é seu alto volume de antioxidantes. Esses componentes agem diretamente nos radicais livres, que em excesso podem gerar uma série de problemas no corpo.

Desde o envelhecimento precoce, até aumento de chances de desenvolvimento de várias doenças. 

Melhora as funções neurológicas 

Por ser produzido de forma totalmente orgânica, esse tipo de café também ajuda a melhorar as funções neurológicas. Isso porque, vários nutrientes presentes nesse alimento estimulam o crescimento de neurônios.

Além disso, seu nível elevado de cafeína ajuda a melhorar a atenção e o foco. 

Sem riscos de intoxicação por fertilizantes e pesticidas 

Apesar de boa parte dos fertilizantes e pesticidas usados ser considerado “totalmente seguro”, as taxas intoxicações por conta de componentes que acabam sendo absorvidos pelas plantas são altas. 

O café orgânico dispensa totalmente o uso desse tipo de produto. Tanto para o cultivo dos grãos, como para a preparação do solo. Além disso, todo o processamento e embalagem do produto é feito sem o uso de produtos químicos. 

Dessa forma, o consumidor final não corre o risco de ter algum tipo de intoxicação (inclusive a médio e longo prazo), por conta de componentes químicos maléficos. 

Gostou de saber mais sobre o café orgânico? Então não deixe de acompanhar a Noete nas redes sociais e fique por dentro.

Autor

Deixar um comentário